Category Archives: Projetos

Todos Juntos Podemos Ler em Coimbra

Padrão

Cartaz (miniatura) © Margarida Azevedo AECC’15

Anúncios

A escritora Lurdes Breda veio à escola!

Padrão


LurdesBredajornalista

Conforme divulgámos em post anterior, a biblioteca da Escola Básica Poeta Manuel da Silva Gaio recebeu, esta quarta feira, a escritora Lurdes Breda. Este evento decorreu no âmbito do projeto Leituras à Medida, apadrinhado pela referida autora, a quem muito agradecemos, tendo consistido numa atividade de sensibilização para a inclusão, através da leitura e da escrita, com alunos do 5º e do 7º ano de escolaridade.

Neste post, e para que possam ter uma ideia do que vivenciámos, apresentamos algumas fotografias, um pequeno vídeo e até um apontamento no jornal Diário As Beiras, que também nos visitou.

Read the rest of this entry

Leituras à medida com Lurdes Breda

Padrão
Cartaz_LM_LurdesBreda

Cartaz (miniatura) © MAz AECC’15

 

No âmbito do projeto Leituras à Medida, o Agrupamento de Escolas Coimbra Centro terá a honra de receber a escritora Lurdes Breda, no dia 6 de maio, pelas 10h30,na Biblioteca da Escola Básica Poeta Manuel da Silva Gaio.
Será desenvolvida uma atividade de sensibilização para a inclusão, através da leitura e da escrita, com alunos do 5º e do 7º ano de escolaridade.
O Agrupamento muito agradece à escritora que apadrinhou o referido Projeto, cedendo um texto original para ser adaptado em Língua Gestual Portuguesa, Braille e Boardmaker.

Projeto Bedeteca

Padrão

ClubeBandaDesenhadaAECC (2) (1)BEDETECA – APRESENTAÇÃO

Propósito:

  • Construir uma secção na biblioteca dedicada à Banda desenhada.
  • Fomentar o uso didáctico da banda desenhada.
  •  Dinamizar actividades de tradução e retroversão.
  •   Fomentar o gosto pela leitura e criação de banda desenhada.
  •   Divulgar a gramática da banda desenhada, salientando a especificidade do seu discurso na articulação entre imagem-texto-cor.
  • Promover um concurso anual inter-escolas, com exposição final de trabalhos e, eventual, publicação de trabalhos num anuário.

Como fazer:

  • Contactar editoras para a oferta e/ou fornecimento de álbuns a preços acessíveis para o espólio da biblioteca.
  • Estabelecer parcerias com a Junta de Freguesia de Santa Cruz, jornal ou jornais locais e regionais para o desenvolvimento de concursos a nível local e/ou nacional
  • Convidar as turmas com expressão plástica para a realização de bandas desenhadas.
  • Organizar anualmente uma visita de estudo ao Festival Anual de Banda Desenhada da Amadora.
  • Promover a realização de uma feira do livro dedicada à BD.
  • Constituir uma comissão de acompanhamento e promoção de actividades.
  • Procurar apoio financeiro em bancos e empresas para desenvolvimento deactividades e/ou concursos.
  • Publicar um anuário com os melhores trabalhos (distribuído com a edição de um jornal).

Comissão Coordenadora:

Deve incluir na sua composição professores de línguas (português, inglês, francês) e de Expressão Plástica. Esta composição permitirá que nas aulas de Línguas e Expressões se possam desenvolver actividades como construção de argumentos, tradução, retroversão, desenho, onde se dinamize e aplique a técnica da banda desenhada.

Produtos:

  • Concursos a nível de escola (tradução/retroversão)
  •  workshops
  •   Bedeteca
  • Um blogue e/ou uma secção na página web da escola.
  • Exposição anual de trabalhos.
  • Anuário com a publicação dos melhores trabalhos de BD e artigos sobre banda desenhada.

II – FASES DE IMPLEMENTAÇÃO

A – NÍVEL DE ESCOLA

1.a fase: Aquisição de álbuns de banda desenhada (em português e noutras línguas). 2.a fase: Implementação de concursos e workshops de apresentação e divulgação. 3.a fase: produção de trabalhos.
4.a fase: publicação e exposição dos trabalhos produzidos.

B – NÍVEL INTERESCOLAR

5.a fase: Concurso de Banda Desenhada Inter-Escolas.
6.a fase: Organização de um Festival Anual da Banda Desenhada Escolar, em Coimbra (envolvendo entre outras entidades: Junta de Freguesia de Santa Cruz, Câmara Municipal).

Coimbra, 2 de Junho de 2010

O Professor Promotor

João Carlos Matos Lopes”


Aceda ao documento original em:  https___doc-0k-9k-apps-viewer.googleusercontent

Padrão
logo

Site SOBE

«A Direção-Geral da Saúde (DGS), o Plano Nacional de Leitura (PNL) e a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) protocolaram uma colaboração estreita no âmbito da Prevenção da saúde oral em Portugal, formalizada pelo Projeto SOBE, que persegue a ideia de se constituir como uma iniciativa facilitadora da aprendizagem e promotora da universalização dos cuidados efetivos da saúde oral, no mesmo passo em que se propõe explorar os nexos lógicos de ligação entre a saúde oral, aliteracia e o universo das Bibliotecas Escolares.
Uma vez que as Bibliotecas Escolares são as casas naturais da leitura, o objetivo central do Projeto SOBE é desenhar e executar estratégias de promoção da leitura e da escrita tomando como pretexto o desenvolvimento do programa de prevenção da saúde oral, nomeadamente aumentando a qualidade da divulgação e da informação no universo das escolas e do seu
território de inserção.» ( in Nas bocas do mundo: antologia poética).

“Os livros”

É então isto um livro,
este, como dizer?,murmúrio,
este rosto virado para dentro de
alguma coisa escura que ainda não existe
que, se uma mão subitamente
inocente a toca,
se abre desamparadamente
como uma boca
falando com a nossa voz?
É isto um livro,
esta espécie de coração (o nosso coração)
dizendo “eu” entre nós e nós?

in Como se desenha uma casa; de Manuel António Pina ed. Assírio & Alvim, 2011